Barco com surfistas brasileiros naufraga na Indonésia

O barco em que surfistas brasileiros estavam viajando para uma “surftrip” quebrou a caminho das ilhas Mentawai nesta quinta-feira (2). A em barcação Alyssa, onde estavam os surfistas de ondas grandes Felipe Cesarano, o “Gordo”, e Pedro Scooby, não resistiu ao mau tempo, com ventos fortes, sofreu uma avaria no casco e teve que ser abandonado.

Uma série de complicações com o resgate fez com que Gordo e mais quatro amigos ficassem três horas perdidos, à deriva, no meio do mar, apoiados apenas em suas pranchas.

Durante a travessia, o casco do barco Alyssa sofreu uma avaria no casco. Quando os tripulantes perceberam, na manhã desta sexta-feira (3), o barco já tinha sido tomado por um bom volume de água e o naufrágio era praticamente inevitável. Todos, os 11 passageiros e os 6 tripulantes, trabalharam para tirar a água enquanto não chegava a ajuda que haviam solicitado pelo rádio.

“Nosso barcou começou a afundar. Esava muito grande, o mar. Quebrou o casco, aí começou a entrar água. Veio um barco de apoio. Começamos a fazer as mudanças. As mulheres foram primeiro. Quando fomos pular para o barco de apoio com as pranchas, a corda que estava rebocando entrou na hélice do barco de apoio. Aí escureceu, a correnteza começou a afastar a gente. Ficamos umas três horas à deriva, à noite”, relatou Gordo.

Pedro Scooby já tinha sido resgatado e afirmou que o resgate só conseguiu achar o grupo por causa de uma lanterna que estava na bagagem, pois já que havia anoitecido enquanto eles estavam no mar.

“Infelizmente, no final do resgaste, a gente perdeu cinco pessoas naufragadas em cima de prancha, mas a gente conseguiu chegar até eles por causa de uma lanterna que eles tinham na mão. E ficou todo mundo vivo. Graças a Deus todo mundo bem”, escreveu Scooby em uma rede social.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO