Rio

Envolvido na Lava-Jato Rio, ex-Trump Hotel fecha as portas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

O Hotel LSH, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, fechou as portas definitivamente na última segunda-feira (30).

O empreendimento, inicialmente um hotel da rede de Donald Trump (chamava-se Trump Hotel Rio)  e com um histórico complicado, também não suportou o prejuízo causado pelos efeitos do covid-19. A informação foi divulgada pelo colunista do Jornal O Globo, Lauro Jardim.

O hotel teve os bens bloqueados algumas vezes pela Justiça. Motivo: entre seus sócios, constavam Arthur Soares, o Rei Arthur; Paulo Figueiredo, neto do ex-presidente João Figueiredo; e o Banco de Brasília; todos investigados e réus na Lava-Jato.

Envolvido na Lava-Jato Rio, ex-Trump Hotel fecha as portas

Foto: Divulgação

De acordo com o MPF, os empresários pagaram propinas a ex-diretores do banco BRB com o dinheiro de fundos de pensão, em troca de aportes, entre eles, no LSH. Durante as investigações, a empresa de hotéis de Trump retirou o seu nome do negócio e o hotel mudou de nome.

O futuro do hotel ainda é incerto não só pelo coronavírus. Há uma briga entre alguns investidores e os fundos de pensão, que não querem permitir novos aportes e querem a venda do hotel.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO