Rio

Acusado de atirar em Marielle nega o crime e descarta delação premiada

Acusado de atirar em Marielle nega o crime e descarta delação premiada

Foto: POLÍCIA CIVIL DO RJ

O advogado de Ronnie Lessa, Fernando Santana, anunciou nesta quarta-feira (13) que seu cliente não fará uma delação premiada sobre o caso Marielle Franco.

A defesa afirma que Ronnie negou que tenha atirado contra a vereadora e seu motorista Anderson Gomes.

“Como é que eu vou fazer uma delação premiada se ele nega veementemente que tenha cometido qualquer tipo de crime? Se ele não cometeu, não tem porque fazer qualquer tipo de delação”, afirma o advogado.

Ronnie é acusado pela polícia e pelo Ministério Público de ter sido o autor dos disparos . Ele estaria acompanhado do comparsa Élcio Vieira, que dirigia o carro em que eles estavam. Ambos foram presos na Operação Lume na terça-feira (12).

Já o advogado de defesa de Élcio afirmou que o cliente não estava no mesmo local em que o crime aconteceu. Segundo ele, testemunhas irão provar que o acusado estava em outro lugar no momento do assassinato. “Vamos apresentar as testemunhas e provar a inocência do meu cliente”, afirmou.

 Lessa também é acusado de ser o dono de 117 fuzis encontrados em um apartamento no Méier durante operação na terça.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO