Um dia depois de sessão tumultuada, Moro volta a discutir com deputados do PSOL

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

Um dia depois de deixar a Câmara em função de um tumulto na sessão em que era discutida a prisão após a condenação em segunda instância, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, voltou a discutir com deputados do PSOL, desta vez pelas redes sociais.

Moro afirmou que, ao longo do debate em torno do pacote anticrime, o partido se posicionou contra o enquadramento de milícias como organizações criminosas. Ele foi rebatido pelos parlamentares Marcelo Freixo e Glauber Braga, ambos do Rio.

Um dia depois de sessão tumultuada, Moro volta a discutir com deputados do PSOL

Foto: Divulgação / Cleia Viana/Câmara dos Deputados

“Não gosto deste jogo político. Mas verdades precisam ser ditas. No projeto de lei anticrime, propusemos que milícias fossem qualificadas expressamente como organizações criminosas. Propusemos várias outras medidas contra crime organizado. O PSOL, de (Marcelo) Freixo/Glauber (Braga), foi contra todas elas”, escreveu o ministro, no Twitter, na manhã desta quinta-feira (13).

Troca de farpas:

Na quarta-feira (12), em meio à discussão com Braga que culminou no encerramento da sessão, Moro já havia citado o argumento. O deputado o chamou de “mentiroso” na ocasião.

Nesta quinta-feira, Glauber voltou a usar o termo nas redes sociais, em resposta ao ministro. Freixo respondeu no Twitter e também no plenário da Câmara.

“O senhor (Moro) tratava de milícia de forma precária e com pouco conteúdo. Ele (Moro) listava uma série de facões e colocava, entre as facções, as milícias. Nós chamamos a atenção para dizer: “Está errado, ministro”. Existe o tráfico, que é um crime, e a milícia, que é outro crime. No tráfico, existem as facções do tráfico. Na milícia, tem os grupos milicianos. Você não pode pegar milicia e dizer que é uma facção, como se fosse do tráfico. Porque tráfico é um crime, milícia é outro crime, por mais que cada vez estejam mais próximos. O senhor errou no texto, e nós consertamos o texto”, disse Freixo.

Baixaria na Câmara dos Deputados: deputado xinga Ministro Sérgio Moro (assista na íntegra)

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO