Unicamp desenvolve protótipo de vacina única para zika e meningite

Unicamp desenvolve protótipo de vacina única para zika e meningite

Foto: Antoninho Perri/Unicamp

Pesquisadores da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) desenvolveram o protótipo de uma vacina com capacidade para imunizar contra a meningite meningocócica e o vírus da zika. O estudo realizado com apoio dos institutos de Biologia e Química e dois laboratórios da instituição, já resultou no pedido de registro da patente, e rendeu a publicação de um artigo na revista “Scientific Reports”.

“Acredita-se que colocando as duas vacinas juntas você potencializa a imunidade contra as duas doenças, pela própria característica bioquímica dos componentes da vacina. A gente ainda tem um longo percurso nesse estudo, mas verificamos que há uma chance bem grande de isso acontecer”, afirma Marcelo Lancellotti, professor e orientador do estudo, em entrevista ao G1.

A ideia de reunir as duas patologias surgiu enquanto o pesquisador lavava louça em casa. “Elas são feitas por membranas muito parecidas com as nossas membranas celulares. Foi um estalo lavando louça. Imaginei as duas moléculas, de zika e meningite, juntas”.

A técnica escolhida para promover essa junção foi o cisalhamento, caracterizada pela agitação. Em seguida, a fusão foi usada para imunizar camundongos e os primeiros resultados surgiram, os animais desenvolveram anticorpos contra vesículas produzidas pela bactéria da meningite e o vírus.

A próxima etapa é dar continuidade aos testes para verificar a possibilidade de produzi-la em escala industrial. Lancellotti estima no mínimo mais cinco anos de estudos para que a vacina possa ser disponibilizada.

Fonte: G1

 

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO