McLaren desiste do GP da Austrália após funcionário testar positivo para coronavírus

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

A equipe McLaren anunciou nesta quinta-feira (12) na Austrália que não vai participar da primeira etapa do Mundial de Fórmula 1, em Melbourne, depois que um de seus funcionários testou positivo para coronavírus.

McLaren desiste do GP da Austrália após funcionário testar positivo para coronavírus

Foto: Duda Bairros / Vicar

Por enquanto, a corrida deste domingo está confirmada, mas outros quatro integrantes da equipe Haas ficaram isolados com suspeita de terem contraído a doença, mas os testes deram negativo.

“A equipe se preparou para essa eventualidade e possui suporte contínuo para o funcionário, que agora entrará em um período de quarentena. A equipe está cooperando com as autoridades locais relevantes para auxiliar suas investigações e análises. Zak Brown, CEO da McLaren Racing e Andreas Seidl, diretor da equipe da McLaren F1, informaram a F1 e a FIA da decisão esta noite. A decisão foi tomada com base no dever de cuidar não apenas da McLaren F1, funcionários e parceiros, mas também dos concorrentes das equipes, fãs da F1 e partes interessadas mais amplas da F1. “

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO