Tropas da Turquia começam ofensiva contra milícia curda na Síria

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesta quarta-feira (9) que suas tropas deram início a uma ofensiva no nordeste da Síria.

Segundo o governo turco, o alvo dos ataques são as forças lideradas por curdos que foram aliadas dos Estados Unidos no combate ao Estado Islâmico. Porém, as Forças Democráticas Sírias (FDS) disseram que aviões bombardearam áreas com civis.

Tropas da Turquia começam ofensiva contra milícia curda na Síria

Foto: STRINGER / REUTERS 9-10-19

As Forças Democráticas Sírias, constituídas por uma aliança de combatentes curdos e árabes, provocou “pânico entre as pessoas”. As FDS, que tiveram apoio da coalizão internacional liderada pelos EUA, expulsaram os jihadistas e estão no controle da região.

A França disse que irá solicitar um encontro do Conselho de Segurança da ONU para discutir a ação militar.

A Turquia pretende criar uma “zona livre” na fronteira com a Síria, onde se concentram as forças curdas. O governo de Erdogan alega que a milícia curda YPG, presente nessa região, atua de forma terrorista e está por trás de ataques em território turco ligados ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Temor no Estado Islâmico:

A situação reflete uma mudança de estratégia por parte dos Estados Unidos, que abandona os curdos -os principais aliados de Washington na luta contra o grupo extremista.

As FDS, também integradas pelos curdos, lutaram durante anos contra o Estado Islâmico e conquistaram em março seu último reduto na Síria, em Baguz.

Com os curdos enfraquecidos, sem apoio, e sob ataque turco, os terroristas remanescentes poderiam se aproveitar da situação e voltar a conquistar território.

A guerra da Síria, que começou com a repressão aos protestos pró-democracia em 2011, já deixou mais de 370 mil mortos e milhões de refugiados.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO