Sri Lanka: Investigação aponta que atentados foram represália a ataques na Nova Zelândia

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Sri Lanka Investigação aponta que atentados foram represália a ataques na Nova Zelândia

Foto: CCTV / Siyatha News via Reuters

Os primeiros elementos da investigação, sobre os atentados no domingo de Páscoa (21) no Sri Lanka, apontam para represálias pelo massacre em duas mesquitas na Nova Zelândia.

As informações foram divulgadas pelo ministro da Defesa do país, Ruwan Wijewardene.  “As investigações preliminares revelaram que o que ocorreu no Sri Lanka foi em represália aos ataques contra os muçulmanos de Christchurch”, explicou o ministro. 

Quarenta suspeitos foram detidos, mas nem todos os suspeitos foram identificados.  Nesta terça-feira (23), o Estado Islâmico,  reivindicou a autoria da ação, mas não apresentou provas de que os terroristas mantinham algum vínculo direto com o grupo radical.

O governo atribui os atentados à organização radical islâmica National Thowheeth Jama’ath (NTJ). O ministro da Defesa já tinha afirmado que investigações indicavam que o grupo tem vínculos com o movimento islâmico radical na Índia, o JMI (Jamaat-ul-Mujahideen India).

O governo anunciou que pediu ajuda externa para rastrear ligações internacionais e a Interpol já anunciou que vai enviar uma equipe ao país asiático.

O FBI vai dar apoio às autoridades de Sri Lanka nas investigações, de acordo com uma porta-voz da agência norte-americana afirmou à agência Reuters nesta terça (23).

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO