Represa se rompe no Laos e deixa pelo menos 19 mortos

A imprensa estatal informou nesta quarta-feira (25) que pelo menos 19 pessoas morreram após o rompimento de uma represa hidrelétrica em construção no Laos. Há o temor que esse número aumente conforme avance o trabalho das equipes de resgate, que buscam centenas de desaparecidos.

O serviço meteorológico do país prevê nos próximos dias mais chuvas fortes e moderadas, acompanhadas de fortes ventos na região, o que pode agravar a situação. Centenas de pessoas estão desaparecidas e 6,6 mil ficaram desabrigadas.

A represa Xepian-Xe Nam Noy, situada a 550 km da capital Vientiane, se rompeu na noite desta segunda-feira (23), liberando 5 trilhões de litros de água (o equivalente a 5 vezes o volume útil do Sistema Cantareira, em São Paulo). Brigadistas e barcos foram enviados à área do distrito de San Sai, na província de Attapeu. Chove muito na região.

De acordo com a BBC, as obras da hidrelétrica começaram em 2013. Ela deveria iniciar suas operações comerciais em 2019 e exportar 90% de sua energia para a Tailândia. Os 10% restantes seriam vendidos para a rede elétrica local. Há anos grupos ambientalistas vêm alertando para as ambições das hidrelétricas do Laos, inclusive por temerem o impacto das represas no Rio Mekong, em sua flora e fauna e nas comunidades rurais e economias locais que dependem dele.

Fonte: G1

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO