Peso argentino despenca 30% após derrota de Macri em primárias

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

O peso argentino sofreu uma forte queda nesta segunda-feira (12), após a derrota de Mauricio Macri nas eleições primárias na Argentina e a perspectiva de que o atual presidente não conseguirá se reeleger nas eleições de outubro.

Peso argentino depenca 30% após derrota de Macri em primárias

Foto: JUAN MABROMATA / AFP

Na abertura do mercado de câmbio, o peso argentino despencava 14% em relação ao dólar. Às 14h30, a queda era de cerca de 19%. No momento, despencou 30,3% , para o recorde de 65 por dólar, de acordo com a Reuters.

A tensão com o futuro econômico do país também fez com o que o índice Merval de ações despencasse 30% nesta segunda na Argentina.

Com a piora do mercado, o Banco Central da Argentina subiu a taxa de juros paga pelas notas do Tesouro de sete dias, que serve de referência para política monetária do país – 10 pontos percentuais, para 74%, maior patamar desde 9 de mai, informou a Reuters.

Além disso, a autoridade monetária anunciou um leilão de US$ 50 milhões, segundo informações do jornal “La Nación”. As duas medidas visam conter a desvalorização da moeda nacional.

Eleição:

O peronista de centro-esquerda Alberto Fernández obteve ampla vantagem sobre o presidente liberal Mauricio Macri nas eleições primárias para a presidência do país.

Com 99,37% das urnas apuradas, Alberto Fernández, que tem Cristina Kirchner como vice, teve 47,66% dos votos, e Macri 32,08%. Roberto Lavagna aparece em 3º lugar com 8,23% dos votos

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO