Pacotes com “potenciais dispositivos explosivos” são interceptados pelo serviço secreto

Pacote suspeito eviando para Hillary e Obama é interceptado pelo serviço secreto

Foto: Reuters/Shannon Stapleton

O Departamento de Segurança Interna americano, informou nesta quarta-feira (24), que dois pacotes suspeitos enviados para as casas da ex-primeira-dama Hillary Clinton e do ex-presidente Barack Obama foram interceptados pelo serviço secreto dos Estados Unidos.

Os pacotes enviados foram imediatamente identificados como “potenciais dispositivos explosivos” durante os procedimentos de triagem de rotina.

“Obama e Hillary não chegaram a receber ou correram risco de recebê-los”, informou a nota do Departamento de Segurança Interna. Uma investigação criminal foi aberta para identicar o responsável pela ação.

Logo depois, ainda na parte da manhã, o prédio onde fica a CNN em Nova York foi esvaziado, após funcionários terem achado um pacote suspeito. A polícia foi chamada e o prédio onde ficam os estúdios da rede na cidade, o Time Warner Center, fosse esvaziado. Segundo a rede CNN, a polícia infomou que foram usados fios e um pedaço de cano na elaboração desse suposto dispositivo.

A emissora chegou a afirmar que um quarto pacote suspeito teria sido mandado para a Casa Branca, mas o serviço secreto negou.

O presidente Donald Trump foi informado sobre os pacotes suspeitos. Em nota, a Casa Branca disse que condena as “tentativas de ataques violentos” contra Obama, os Clinton e outras figuras públicas. Também chamou a ação de “desprezível” e disse que quem estiver por trás dela será responsabilizado.

Veja o momento em que o alarme toca na rede CNN:

 

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO