No Reino Unido, publicidade não pode mais reforçar estereótipos de gênero

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

 

Passa a valer nesta sexta (14) no Reino Unido uma regra que determina que a publicidade não pode veicular imagens que reforçam estereótipos de gênero.

Na Reino Unido, publicidade não pode mais reforçar estereótipos de gênero

Foto: Reprodução

A entidade que regulamenta a publicidade no Reino Unido, a Autoridade de Padrões de Anúnciosfez uma pesquisa sobre os efeitos de propagandas.

Para o órgão, há evidências de que a publicidade com padrões limitados de como homens e mulheres devem se comportar podem restringir as escolhas, aspirações e oportunidades de crianças, jovens e adultos, e que isso tem efeitos na desigualdade de renda.

“Os gêneros em anúncios podem causar desigualdade em uma sociedade, com custos para todos”, afirmou, em um comunicado, Guy Parker, chefe da entidade

“Descobrimos que algumas representações em anúncios podem, ao longo do tempo, limitar o potencial das pessoas”, acrescentou

O setor de publicidade teve seis meses para se adaptar à regra. A norma vale para mídias transmitidas, como TV, assim como online e redes sociais.

A autoridade vai, agora, receber denúncias e avaliar cada peça publicitária para determinar se a nova regra foi desrespeitada.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO