Mundo teria mais de 17 mil mortes e quase 400 mil infectados

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

Mais de 17 mil pessoas morreram em todo o mundo em função de complicações relacionadas ao novo coronavírus, segundo uma contagem da universidade Johns Hopkings. Até às 12h30 desta terça- feira (24), foram registradas 17.241 mortes e 396.249 contaminados ao redor do planeta.

Mundo teria mais de 17 mil mortes e quase 400 mil infectados

Foto: Alessandra Tarantino/AP Photo

Reino Unido e França:

Os britânicos iniciam nesta terça o período de confinamento de três semanas anunciado pelo premiê Boris Johnson. Eles só poderão se deslocar para ir ao trabalho, caso não possam realizá-lo remotamente, para comprar itens essenciais ou para atender necessidades médicas próprias ou de pessoas vulneráveis.

Reino Unido já registrou mais de 335 mortes e 6,6 mil casos confirmados de infecção pelo Sars-Cov-2.

A França entrou em “estado de emergência sanitária” por dois meses. A medida, aprovada pelo parlamento no domingo, permite o confinamento e limita as liberdades de deslocamento e de reunião.

A violação das normas pode ser punida com multa de 135 euros, que pode chegar até a 3.700 euros. Caso haja quatro violações em 30 dias, está previsto pena de no máximo seis meses de prisão.

Itália e Espanha:

País da Europa mais afetado pelo novo coronavírus, a Itália segue com aumento no número de casos, a maioria deles na região da Lombardia. Atualmente, são quase 64 mil contaminados em território italiano e 6.077 mortes.

A Autoridade Nacional de Aviação Civil (ENAC) autorizou o uso de drones para monitorar o movimento das pessoas nas ruas italianas. O objetivo é conter a circulação dos cidadãos para conter a disseminação da doença.

E a Itália pode ter dez vezes mais casos do que os certificados oficialmente, segundo Angelo Borrelli, chefe da agência de proteção civil italiana, em entrevista ao jornal La Repubblica. Isso significaria mais de meio milhão de infectados em território italiano (630 mil). Também ajudaria a explicar a alta taxa de mortalidade no país em comparação com outros do mundo.

De acordo com a OMS, em 22 de março, a taxa era de 9%. Se fossem mais de 600 mil contaminados, seria de 0,9%.

A Espanha registrou 514 mortes nas últimas 24 horas. São 2.696 vítimas fatais de Covid-19 no país, de acordo com o Ministério da Saúde. São quase 40 mil contaminados (39.673 pessoas). O país tem se esforçado para ampliar a realização de testes em seu território.

Deste total, os profissionais de saúde representam 14% do total de casos em território espanhol registrados nas últimas horas. Número acima dos 12% da última segunda-feira. São 5.400 infectados.

Brasil:

O presidente Jair Bolsonaro informou pelas redes sociais que conversou por telefone com o presidente da China, Xi Jinping. Segundo Bolsonaro, os dois líderes trocar “informações e ações” sobre o novo coronavírus.

Bolsonaro editou uma Medida Provisória que suspende prazos de pedidos feitos via Lei de Acesso à Informação (LAI). De acordo com o texto, em meio à pandemia do novo coronavírus, a suspensão vale para demandas feitas a órgãos ou entidades da administração pública cujos servidores estejam sujeitos a regime de quarentena, teletrabalho ou equivalentes e que, necessariamente, dependam de:

  • acesso presencial de agentes públicos encarregados da resposta; ou
  • agente público ou setor prioritariamente envolvido com as medidas de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Principais destaques desta terça:

  • Itália chega a seis mil mortes e libera drones para monitorar movimento nas ruas
  • Território italiano pode ter dez vezes mais casos do que os contabilizados
  • Espanha registra mais de 500 mortes em menos de 24 horas
  • Havaí e Laos registram as primeiras vítimas fatais de Covid-19
  • OMS diz que EUA podem virar epicentro da doença no planeta
  • Austrália projeta 50 mil casos em seu território até a Páscoa
  • Indonésia cancela exame nacional e afeta 8 milhões de estudantes
  • Irã mantém metade dos trabalhadores estatais em casa
  • Bolsonaro diz que conversou com presidente da China
  • Presidente suspende prazos de atendimento à Lei de Acesso à Informação
Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO