A obra ‘Menina com Balão’ foi parcialmente destruída pelo mecanismo da moldura do quadro

A obra 'Menina com Balão' deveria ter sido toda destruída, mas mecanismo falhou

Foto: Divulgação/Sotheby’s

Banksy mostra em um vídeo que sua obra “Girl With Balloon”, “Menina com Balão”, que foi leiloada no dia 5 de outubro na casa Sotheby’s e imediatamente destruída pela metade, deveria ter sido destruída totalmente em pedaços, mas o sistema instalado na moldura do quadro falhou. O artista explicou que a casa de leilões não sabia de seus planos, como muitos afirmaram depois que a notícia se espalhou.

A obra, uma das mais populares de Banksy, mostra uma menina que tenta alcançar um balão em forma de coração e foi arrematada por 1,04 milhão de libras, R$5 milhões, no início do mês. De acordo com a imprensa britânica o valor da obra no mercado pode dobrar graças à relevância de sua destruição.

Segundo o diretor de arte contemporânea na Europa da Sotheby’s, Alex Branczik, a casa não sabia dos planos do artista. Nesta quarta-feira (18), reafirmou em entrevista ao jornal “The Art Newspaper”, a Shotheby’s não detectou o triturador porque foi informada de que a moldura era “uma peça chave do trabalho”.

“A performance de Banksy se transformou em um instante em história da arte mundial”, ressaltou a casa de leilões em comunicado, considerando que é “a primeira vez que um novo trabalho artístico é criado durante um leilão”.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO