Manifestantes seguem em universidade de Hong Kong

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

Pelo quarto dia consecutivo, dezenas de manifestantes pró-democracia permanecem na Universidade Politécnica de Hong Kong nesta quarta-feira (20), que está cercada 24 horas por dia por barricadas e pelo batalhão de choque.

Bombeiros impediram uma tentativa de fuga bloqueando um bueiro de metal que dá acesso ao centro universitário, que fica na península de Kowloon. Seis pessoas foram presas, de acordo com a Reuters.

Manifestantes seguem em universidade de Hong Kong

Foto: Athit Perawongmetha/ Reuters

Este é o confronto mais longo e mais violento desde que os protestos começaram no território semiautônomo. Os manifestantes temem ser presos. As forças policiais prenderam mais de mil pessoas na noite de segunda-feira (18).

Na segunda-feira (18), alguns manifestantes se renderam e outros conseguiram deixar o campus deslizando com cordas por uma passarela e fugindo, em seguida, de moto.

De acordo com a polícia, quase 800 pessoas deixaram o campus pacificamente até a noite de terça-feira e serão investigadas, inclusive as quase 300 de menos de 18 anos de idade.

O movimento de protesto começou em junho, após a rejeição de um projeto de lei para autorizar as extradições para a China continental.

O texto foi abandonado, mas os manifestantes ampliaram suas reivindicações, exigindo o sufrágio universal para eleger as autoridades de Hong Kong e uma investigação independente sobre a violência policial.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO