Japão corta 100 mil tulipas para impedir aglomeração de visitantes

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

A pandemia do novo coronavírus atingiu também um parque no Japão, que viu seu extenso campo coberto de tulipas mudar rapidamente. Cerca de 100 mil flores foram cortadas com o objetivo de evitar que os visitantes se aglomerem nos arredores para vê-las.

A ideia é contribuir com a orientação das autoridades de Saúde para que as pessoas cumpram com o isolamento social para evitar o contágio da Covid-19, que infectou mais de 2 milhões ao redor do mundo desde o final de 2019, quando começou a se alastrar na China.

Japão corta 100 mil tulipas para impedir aglomeração de visitantes

Foto: KIM KYUNG-HOON / REUTERS

A imagem abaixo mostra como estava o parque todo florido.

Praça Sakura Furusato, no Japão, continha 100 mil tulipas. Foto do dia 8 de abril de 2020.

Foto: HANDOUT / Sakura City / AFP

Oficiais na cidade de Sakura, a 50 quilômetros a Leste de Tóquio, cortaram as tulipas em Sakura Furusato Hiroba e cancelaram um festival anual de tulipas para desencorajar as pessoas de se reunirem depois que uma emergência de coronavírus foi declarada na última semana.

“Muitos visitantes vieram no fim de semana quando as flores estavam em plena floração. Tornou-se uma reunião em massa, por isso não tivemos escolha a não ser tomar a decisão de cortá-las,” afirmou Sakiho Kusano, funcionário do turismo da cidade.

O número de infecções por coronavírus no Japão foi de 11,5 mil, segundo dados desta quarta-feira.

Apesar da ausência das flores rosa e vermelha que geralmente cobrem os jardins de tulipas de 7 mil metros quadrados nessa época do ano, o parque está atraindo um número considerável de visitantes.

“É muito, muito, muito infeliz. Meu humor afundou quando vi isso,” afirmou Misako Yonekubo, de 77 anos, na quarta-feira.

As flores cortadas foram doadas a jardins de infância.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO