Irã pede ajuda do FMI por novo coronavírus

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

O Irã anunciou nesta quinta-feira (12) que solicitou assistência financeira imediata do Fundo Monetário Internacional (FMI), organização multilateral que não lhe empresta dinheiro desde 1962, para combater a nova epidemia de coronavírus.

A diretora-executiva do Fundo, Kristina Georgieva, afirmou que “os países afetados [pela epidemia de Covid-19]receberiam apoio por meio do Instrumento de Financiamento Rápido (IFR)” de sua organização, anunciou no Twitter o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif.

“Nosso Banco Central pediu acesso” ao IFR do FMI, explicou Javad, instando a diretoria do órgão a responder a essa solicitação de “maneira responsável”.

Irã pede ajuda do FMI por novo coronavírus

Foto: Vahid Salemi/AP

Os diferentes empréstimos que o FMI pode conceder devem ser aprovados pelo conselho de administração da instituição, onde, na prática, nenhuma decisão pode ser tomada contra a vontade dos Estados Unidos.

Atualmente, os Estados Unidos aplicam uma política de “pressão máxima” para secar as finanças do Estado iraniano, e seu presidente, Donald Trump, não demonstrou até o momento vontade de modificá-la.

Em uma mensagem postada em sua conta no Instagram, o governador do Banco Central iraniano, Abdolnasser Hemmati, afirma ter solicitado formalmente, por carta, em 6 de março, acesso ao IFR.

“Dada a prevalência generalizada de coronavírus em nosso país e a necessidade de continuar tomando medidas vigorosas para prevenir e curar (esta doença) e lidar com seus impactos econômicos”, o Irã está pedindo ajuda “de aproximadamente US$ 5 bilhões” para o FMI, explica Hemmati.

Hemmati não publicou uma cópia da carta que ele alega ter endereçado ao Fundo.

De acordo com o site do Fundo, o IFR “oferece assistência financeira imediata a todos os países membros que precisam urgentemente da balança de pagamentos”.

Nesta quinta-feira, o Irã anunciou o óbito de mais 75 pessoas infectadas pelo novo coronavírus, elevando para 429 o total de vítimas letais no país, um dos mais afetados do mundo.

As autoridades também constataram 1.075 novos casos de contaminação, aumentando para mais de 10.000 o número de pessoas infectadas no Irã.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO