Dupla ganha o Nobel de Economia

Dupla ganha o Nobel de Economia

Foto: Divulgação

Os premiados com o Nobel de Economia foram William D. Nordhaus e Paul M. Romer. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (8). Os economistas compartilharão o prêmio de 9 milhões de coroas suecas, ou US$ 1 milhão (R$ 3,85 milhões).

Segundo os organizadores do prêmio, a dupla projetou métodos que abordam algumas das questões mais fundamentais e urgentes do nosso tempo: crescimento sustentável a longo prazo na economia global e o bem-estar da população mundial. Os economistas apareciam há vários anos na lista de possíveis premiados do Nobel. Eles foram os primeiros ao adaptar a teoria econômica para dimensionar melhor as questões ambientais e o progresso tecnológico.

Nordhaus é professor do Departamento de Economia da Universidade de Yale, nos Estados Unidos. Ele fez trabalhos que abordaram métodos para favorecer o crescimento sustentável e a relação entre economia e clima. O economista fez estudos que mostram que o meio mais eficiente para resolver os problemas causados pelas emissões de gases é um imposto global a todos os países. Criou um modelo quantitativo que descreve a interação global entre a economia e o clima.

Paul M. Romer, ex-economista-chefe do Banco Mundial. Ele fez estudos que mostram como o acúmulo de ideias sustenta o crescimento econômico de longo prazo. Foi reconhecido por estudar sobre como as empresas podem produzir inovações. Sua pesquisa lançou as bases do que hoje é chamada teoria do crescimento endógeno.

“Recebi duas ligações hoje de manhã, e não respondi nenhuma porque achei que eram telemarketing, então não estava esperando o prêmio”, afirma ele comemorando a chance de expandir sua teoria.

O Nobel da Economia celebra este ano o 50º aniversário. Criado em 1968 no aniversário de 300 anos do Banco da Suécia é o prêmio mais importante para um pesquisador na área de ciências econômicas.

 

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO