Agentes acusados de facilitar fuga no Paraguai são transferidos para presídio onde trabalhavam

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love
Cerca de 32 agentes penitenciários, incluindo o diretor do presídio de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, foram transferidos nesta quarta-feira (22) para o local onde trabalhavam, na fronteira do país com o Brasil.

Eles são acusados de facilitarem a fuga de 76 integrantes de uma facção criminosa brasileira no último domingo (19), em troca de R$ 330 mil.

Agentes acusados de facilitar fuga no Paraguai são transferidos para presídio onde trabalhavam

Foto: Graciela Andrade/TV Morena

Os agentes estavam detidos em um prédio da polícia paraguaia desde segunda-feira (20), aguardando a decisão da prisão preventiva, decretada nesta quarta pela justiça paraguaia.

As buscas e investigações para encontrar os foragidos seguem dos dois lados da fronteira. Até a noite de terça, cinco haviam sido recapturados.

Segundo o jornal paraguaio “ABC Color”, um sexto fugitivo se entregou hoje, em Pedro Juan Caballero. Ainda segundo o jornal, o paraguaio Cristian Javier Benítez Vera foi até a polícia a pedido dos pais, por não querer mais viver “em clandestinidade”.

Aos policiais, Cristian teria afirmado que não pertence a nenhuma facção criminosa e que os “chefões” do crime teriam saído do presídio pelo portão principal, antes da fuga em massa pelo túnel.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO