A obra “Meules”, de Claude Monet, é vendida por US$ 110,7 milhões

A obra “Meules”, de Claude Monet, marcou um novo recorde do artista ao ser vendida por US$ 110,7 milhões em um leilão realizado na casa de leilões Sotheby’s, em Nova York, Estados Unidos.

A obra Meules, de Claude Monet, foi vendida por US$ 110,7 milhões

Foto: Reprodução / Sotheby’s

“Meules”, considerada um dos ícones do Impressionismo, foi avaliada pelos especialistas da casa de leilões em cerca de US$ 55 milhões, um preço que foi superado poucos segundos depois de sair a venda na tarde de Arte Moderna e Impressionista da Sotheby’s.

Após uma oferta que durou cerca de 10 minutos em que seis licitantes participaram, a obra alcançou um preço de martelo de US$ 97 milhões, uma quantia que chega a US$ 110,7 milhões – o dobro da estimativa.

Os US$ 110 milhões são 44 vezes o preço que alcançou a última vez que a peça foi à leilão, na Christie’s, realizada em Nova York, no ano de 1986, e também marca um recorde para qualquer obra da corrente impressionista.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO