Vídeo: Cão que não anda e pombo que não voa se tornam melhores amigos em abrigo

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

Uma história de amizade improvável está seduzindo usuários de redes sociais. No abrigo da Mia Foundation, organização de resgate de animais em Rochester, em Nova York, Estados Unidos, Herman e Bundy se tornaram melhores amigos.

Com dois detalhes: Herman é um pombo que não consegue voar, Bundy é um filhote de chihuahua que não pode andar.

Cão que não anda e pombo que não voa se tornam melhores amigos em abrigo

Foto: Reprodução/Facebook(The Mia Foundation)

Os dois são inseparáveis. Herman foi resgatado um ano atrás em uma concessionária. Ele estava parado havia três dias. Levado ao abrigo, veterinários descobriram que a ave tem danos neurológicos que a impedem de alçar voo. O pombo seria sacrificado, mas Sue Rogers, criadora da fundação, decidiu cuidar dele pessoalmente.

Lundy chegou faz pouco tempo. O cãozinho foi abandonado pelos criadores após não conseguir mexer as patas traseiras. Veterinários acreditam que o problema se deve a dano na medula espinhal.

Imagens dos melhores amigos viralizaram tanto nas redes que o abrigo recebeu mais de US$ 6 mil (R$ 26 mil) em doações.

Abaixo, Bundy e Herman brincam:

WOW! I never imagined the pictures of Lundy and Herman would touch so many people! Almost 5 million people in a little over 24 hours!! Their little story is being shared all over the world!Welcome to the thousands of new followers. We hope you enjoy our page and our special animals 😊 And, thank you also for the donations coming in. We really do need them as we have a few surgeries coming up soon! It brings me to tears to think that our little Herman (the pigeon) is known worldwide now! I’ve been called crazy for keeping Herman alive and trying to make his life a happy one. His life has meaning too ❤ And Lundy….well, who wouldn’t love that sweet little nugget?Thank you all again ❤ ❤

Posted by The Mia Foundation – Love For Mia on Saturday, February 15, 2020

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO