Ladrões roubam duas coroas da realeza sueca

Veículos de imprensa locais informaram nesta quarta-feira (1) que duas coroas históricas e um orbe pertencentes a reis suecos do século XVII foram roubados da Catedral de Strängnas, no sul da Suécia, onde os artefatos eram exibidos ao público.

A polícia sueca afirmou que está a procura de dois suspeitos. As câmeras de segurança registraram duas pessoas saindo da igreja e entrando em um barco que estava atracado no lago Malar. Para tentar localizar os ladrões, a polícia empregou barcos de patrulha e utilizou helicópteros na última terça-feira (31), mas não obteve sucesso nas buscas. A igreja segue interditada.

As duas coroas fazem parte do traje fúnebre do rei Carlos IX – falecido em 1611 – e da sua esposa, a rainha Christina, que morreu 14 anos depois, e estavam numa exposição na catedral, guardados com sistema de segurança e alarme.

As coroas são de ouro, embora a do rei seja maior e tenha ornamentos de prata, além de joias e pérolas.Maria Ellior, do Departamento Nacional de Operações da polícia sueca, disse à agência de notícias sueca TT que os itens são “impossíveis de vender”. Não há informações sobre o valor das coroas.

“Do nosso ponto de vista, o valor material é menos importante do que a história cultural desses itens. Eu não vejo isso como um roubo contra a assembleia da catedral de Strängnas. Isso faz parte do patrimônio cultural nacional, isso é um roubo contra a sociedade sueca”, afirmou Christofer Lundgren, reitor da paróquia de Strängnäs, segundo noticiou a CNN.

Em 2013, outro roubo de características semelhantes também ocorreu na Suécia, quando uma coroa e um centro do traje fúnebre do rei Johan III foram roubados de Västeras. Os dois objetos foram encontrados dias depois em sacos de lixo na beira de uma estrada, após uma denúncia à polícia.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO