Justiça coreana proíbe matar cachorros para consumo

Um deputado apresentou esta semana um projeto de lei na Assembleia Nacional da Coréia do Sul que proíbe de fato o consumo da carne de cachorro. Alguns sul-coreanos, no entanto, criticam a iniciativa e citam o peso cultural. De acordo com estimativas, quase um milhão de cães são consumidos por ano.

Mas a prática está em queda e cada vez mais um número maior de sul-coreanos tem considerado o cachorro um amigo do homem. Antes dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, em fevereiro, as autoridades alegaram regras sanitárias e leis de proteção aos animais que proíbem métodos cruéis para sacrificar animais em granjas e restaurantes.

Uma pesquisa de 2017 mostrou que 70% dos sul-coreanos não comem carne de cachorro, mas apenas 40% são favoráveis à proibição do consumo. Na China começa nesta quinta-feira o festival anual de carne canina de Yulin, alvo de críticas ocidentais. Taiwan proibiu no ano passado o consumo de carne de cão.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO