Espetáculo “Fala baixo senão eu grito” estreia no Teatro Laura Alvim

O Teatro Rogério Cardoso, na Casa de Cultura Laura Alvim, recebe para curta temporada a adaptação da tragicomédia ganhadora dos prêmios Molière e da APCT (Associação Paulista de Críticos Teatrais) da dramaturga Leilah Assumpção, “Fala baixo senão eu grito”. Com estreia no dia 17 de Julho, às 19h, a peça fica em cartaz todas as terças e quartas até o dia 08 de Agosto.

Essa adaptação conta com os atores Bruno de Sousa, escritor, ator e diretor de “Benedita”, monólogo com mais de 18 prêmios conquistados pelo Brasil; e Patrícia Oliveira, que nos últimos anos realizou trabalhos com Midgal Filmes, Afroreggae Audiovisual e Rede Globo, além de peças teatrais. Sob direção de Georgenes Isaac, fundador do Coletivo Das Liliths (plataforma de criação artística LGBTQI+), eles nos contam a história de Mariazinha Mendonça de Moraes, uma funcionária pública, solteirona e infantilizada que é surpreendida pela entrada de um ladrão em seu quarto, em um pensionato para mulheres. Após a entrada desse homem, Mariazinha é levada para um lugar onírico onde experimenta o gosto da liberdade e dos desejos jamais vividos.

Representando o início de uma conscientização feminina coletiva brasileira em meados da década de 70, o texto aborda de forma poética temas como machismo, emancipação feminina, solidão, tédio e todas as amarras imposta à figura feminina na sociedade brasileira através de metáforas e signos. A forma divertida e dinâmica utilizada pela direção e pelos atores para tratar dessas temáticas contemporâneas, causadoras de patologias psicossociais é o principal pilar do espetáculo. Através dessa abordagem, a peça busca a atenção do espectador para gerar debates sobre a condição feminina na sociedade.

 

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO