Duas páginas do diário de Anne Frank são descobertas após 70 anos

Investigadores descobriram duas páginas escondidas no diário de Anne Frank, segundo a Fundação Casa Anne Frank e outras duas instituições culturais holandesas, em anúncio feito ontem (15). Com a ajuda da tecnologia, mais de 70 anos depois, foi possível revelar o que Anne tapou com papel kraft.

Em 28 de setembro de 1942, a adolescente de 13 anos, escreveu: “Vou utilizar esta página para escrever piadas malandras”, em seguida escreveu 4 piadas e acrescentou 33 linhas de reflexões sobre educação sexual. “Por vezes imagino que alguém vem ter comigo a pedir-me informações sobre assuntos sexuais”, escreveu.

A frase “movimentos ritmados” foi usada para descrever o sexo. A jovem também mencionou a menstruação: “Um sinal de que ela está madura”. Depois ocultou a escrita, muito provavelmente com receio que alguém – principalmente o pai – lesse.

“O papá resmunga outra vez e ameaça retirar-me o meu diário. Horror dos horrores, a partir de agora vou escondê-lo”, escreveu em 3 de outubro de 1942.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO