Sonda da NASA encontra sinais de água no asteroide Bennu

Sonda da NASA descobre água no asteroide Bennu

Foto: NASA/Goddard/University of Arizona/Wikimedia Commons

Dados ​​da missão OSIRIS-REx da NASA mostraram sinais de água no interior de materiais argilosos que compõem o asteroide Bennu.

Desde agosto, a sonda viajou 2,2 bilhões de quilômetros para chegar a 19 km de distância de Bennu.

Os cientistas  revelaram a presença de moléculas que contêm oxigênio e átomos de hidrogênio ligados, conhecidos como hidroxilas. Os Astrônomos suspeitam que estes grupos de hidroxilas existam em minerais argliosos do asteroide. Isso significa que, em algum momento, o material rochoso de Bennu interagiu com água.

Os dados obtidos da câmera da espaçonave confirmam um modelo de Bennu criado por Michael Nolan, chefe da equipe científica da OSIRIS-REx, em 2013. De acordo com o trabalho, o asteroide tem pelo menos 10 metros de altura, com o máximo sendo 50 metros. Já a largura é de aproximadamente 55 metros.

A missão está realizando um levantamento preliminar do asteroide, voando em distâncias de até 7 quilômetros para projetar a inserção da nave na órbita de Bennu, visto que a massa interfere na atração gravitacional do corpo rochoso.

A primeira inserção orbital da sonda está programada para 31 de dezembro, permanecendo até meados de fevereiro de 2019, quando deve sair para outra fase de levantamento. No começo, a nave vai orbitar o asteroide a uma distância entre 1,4 km e 1,2 km do centro de Bennu.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO