Novo acelerador de partículas do Brasil

novo acelerador de partículas do Brasil

Foto: Felix Lima/BBC News Brasil

A primeira etapa do Projeto Sirius, um laboratório de luz síncrotron, foi inaugurada em Campinas, São Paulo, nesta quarta-feira (14).

A estrutura, que é uma das mais modernas do mundo, será capaz de analisar diferentes materiais em escalas de átomos e moléculas. Ela pode revolucionar a pesquisa brasileira e internacional em várias áreas, como saúde, agricultura e exploração do petróleo.

Quando o Sirius estiver em atividade, estima-se que uma pesquisa que atualmente é feita em 10 horas nos equipamentos mais avançados do mundo poderá ser concluída em 10 segundos. A luz síncrotron atua como um “raio X superpotente”, capaz de analisar a estrutura de diversos tipos de materiais em escalas de átomos e moléculas.

Os pesquisadores vão começar a trabalhar no laboratório no segundo semestre de 2019, e a conclusão total da obra está prevista para 2020.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO