Nova fase da Lava Jato tenta prender presidente do Grupo Petrópolis

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (31) a 62ª fase da Operação Lava Jato. Esta nova etapa mira o pagamento de propinas disfarçadas de doações eleitorais e operações de lavagem de dinheiro feitas pelo Grupo Petrópolis, da marca de cerveja Itaipava.

O presidente do Grupo Petrópolis, Walter Faria, é um dos alvos. De acordo com o Ministério Público Federal, as irregularidades vinham sendo investigadas desde 2016. Porém, mas após a quebra do sigilo bancário dos investigados, notou-se que contas ligadas a Faria no exterior continuaram sendo movimentadas em 2018 e 2019.

De acordo com a PF, foram expedidos um mandado de prisão preventiva, cinco mandados de prisão temporária e 33 mandados de busca e apreensão. Até as 11h, três pessoas tinham sido presas.

Nova fase da Lava Jato tenta prender presidente do Grupo Petrópolis

Foto: Gilmar Rose/Photo Premium / Agência O Globo

Segundo a investigação, o Grupo Petrópolis teria auxiliado a Odebrecht a pagar propina através da troca de reais no Brasil por dólares em contas no exterior. (Leia o conteúdo abaixo)

As investigações da Lava Jato envolvendo o Grupo Petrópolis remontam a 2016, quando uma planilha com nomes de políticos e referência à cerveja Itaipava foi achada na casa do executivo da construtora Odebrecht Benedicto Junior.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO