Justiça aceita pedido de recuperação judicial da rede Saraiva

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Livraria Saraiva

Foto: Divulgação

A Justiça aceitou o pedido de recuperação judicial da Livraria Saraiva. A rede listou no pedido débitos de R$ 675 milhões. A decisão foi proferida na segunda-feira (26) pelo juiz Paulo Furtado de Oliveira Filho, da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo.

 “Para que os credores não destruam o valor da organização empresarial”, além de aceitar a recuperação judicial , 180 ações e execuções contra a Saraiva foram suspensas. O escritório Lucon Advogados foi nomeado como administrador judicial. O juiz fixou em R$ 100 mil a remuneração mensal da administradora judicial.

A Saraiva tem 60 dias para apresentar seu plano de reestuturação da dívida e pagamento aos credores.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO