Acompanhe o 8º dia de buscas em Brumadinho

Acompanhe o 8º dia de buscas em Brumadinho

Foto: Reprodução/TV Globo

As buscas por vítimas do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, foram retomadas por volta das 7h30 desta sexta-feira (1º).

A partir de hoje, os trabalhos vão entrar em uma nova fase.

Até o momento, os corpos resgatados estavam em regiões superficiais. Agora, o trabalho das equipes de resgate dependerá de escavação.

Números da tragédia divulgados na tarde de quinta-feira (31):

  • 110 mortos confirmados – 71 identificados
  • 238 desaparecidos
  • 192 resgatados
  • 394 localizados
  • 108 desalojados ou desabrigados

Também na quinta-feira (31), parentes e familiares de vítimas lotaram uma igreja na missa de sétimo dia dos mortos. A praça e a rua que ficam em frente à Igreja Matriz de São Sebastião foram tomadas de pessoas que não conseguiram entrar.

Polícia Militar encerra buscas por sobreviventes em Brumadinho:

Polícia Militar encerra buscas por sobreviventes em Brumadinho:

Foto: Jorge Soares/G1

Segundo informações do major Flávio Santiago, porta-voz da corporação, a Polícia Militar finalizou, nesta sexta-feira (1º), a varredura em 400 quilômetros quadrados em busca de sobreviventes em Brumadinho.

Segundo o major, a partir de agora, os policiais vão estar presentes em pontos estratégicos para garantir a segurança e evitar novos saques, não houve nenhuma nova ocorrência nos últimos dois dias.

“Os PMs de fora de Brumadinho são todos mineiros. Ficarão aqui até que o comando da PM tenha certeza que o batalhão da cidade tem condições de continuar sozinho”, afirma Santiago.

Bombeiros civis e voluntários participam das buscas por corpos em Brumadinho:

Bombeiros civis e voluntários participam das buscas por corpos em Brumadinho:

Foto: Tahiane Stochero/G1

O comando da operação de resgate das vítimas de Brumadinho autorizou na quinta-feira (31), que voluntários participem das buscas por corpos próximo ao Córrego do Feijão, local atingido pelo rompimento da barragem da Vale.

O grupo conta com aproximadamente 50 pessoas entre bombeiros civis, arqueólogos, engenheiros e até bombeiros civis do México.

Segundo  a assessoria do Corpo de Bombeiros, a autorização só foi dada na quinta-feira (31) devido ao risco que o trabalho apresentava anteriormente. Foi feito um cadastramento e, em seguida, voluntários passaram por treinamento na Faculdade Asa. O grupo aprendeu  como avisar ao helicóptero caso encontrem algum corpo, como manusear a pá (caso encostassem em algo que possa ser alguma vítima), dentre outras técnicas.

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO