‘Avó nazista’ é presa na Alemanha

Ursula Haverbeck, conhecida como a ‘’avó nazista’’, foi localizada e presa pela polícia da Alemanha, ontem (7), depois de não ter se apresentado para cumprir uma sentença de reclusão.

“A condenada não compareceu ao término do prazo legal para iniciar sua sentença de detenção, então o escritório do procurador de Verden (Norte) emitiu um mandado de prisão em 4 de maio de 2018”, declarou a Procuradoria em um comunicado antes do anúncio da prisão.

A senhora foi punida por ter declarado em 2016 que o genocídio de judeus pelos nazistas não existiu e que nunca houve câmaras de gás em Auschwitz, além disso, Ursula também disse que o Holocausto foi “a maior mentira da História”.

Segundo a agência de notícias DPA, a senhora de 88 anos foi encontrada em sua residência em Vlotho. Condenada 8 vezes por suas declarações negacionistas, Ursula deveria ter se apresentado em 23 de abril. A idosa deve cumprir uma pena de dois anos de reclusão.

Entre 1940 e 1945, 1 milhão de judeus morreram no campo de concentração de Auschwitz-Birkenau. No total, 6 milhões de judeus foram exterminados pelos nazistas.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO