Meninos resgatados na Tailândia tornam-se aprendizes de monges

Foram ordenados aprendizes de monges budistas, nesta quarta-feira (25), os meninos resgatados de uma caverna inundada na Tailândia. Os onze meninos e seu técnico passarão nove dias no templo budista fazendo uma “limpeza espiritual”, longe do assédio da imprensa e do olhar de curiosos. Apenas um menino não participou, Adul Sam-on, de 14 anos, não foi ordenado por ser evangélico.

Eles ouviram cânticos budistas e depois receberam mantos cor de açafrão durante uma cerimônia de grande comoção. Um dia antes, suas cabeças foram raspadas, nos preparativos para se tornarem aprendizes de monges. A cerimônia teve ainda uma homenagem ao mergulhador voluntário que morreu durante a operação.

A estadia integra uma promessa feita por suas famílias em gratidão ao salvamento e em memória do mergulhador que morreu na operação de resgate. “Os onze meninos serão ordenados como noviços, enquanto o treinador Ekapol Chanthawong será ordenado monge”, explicou o porta-voz-da-província de Chiang Rai, Rachapol Ngamgrabuan. O técnico tinha deixado o monastério para cuidar da avó, doente.

 

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO