Morte do “pai do futebol” completa 65 anos amanhã

Há 123 anos no Brás, em São Paulo, ocorria a primeira partida de futebol no Brasil. Graças à Charles Miller, filho de pai escocês e mãe brasileira de ascendência inglesa, havia conhecido o esporte durante de uma viagem de estudos na Inglaterra e trouxe com ele duas bolas de futebol, uma bomba para enchê-las, um par de chuteiras, uniformes usados e um livro de regras debaixo do braço.

No dia 14 de abril de 1895 foi realizada a primeira partida, disputada entre os funcionários da Companhia de Gás de São Paulo (Gas Company of São Paulo) e da Companhia Ferroviária de São Paulo (São Paulo Railway Company) onde o São Paulo Railway, o time de Charles Miller, venceu por 4 a 2. Ele realmente sabia dominar a bola, a “chaleira” é um lance executado até hoje e recebeu essa nominação por causa dele.

“A ‘chaleira’ vem do nome ‘Charles’. Ele puxava a bola com a parte de trás do pé, passava por cima da cabeça e pegava ela na corrida. Então, como não tinha nome, no começo chamavam de ‘Charles’. Com o passar do tempo houve um ‘aportuguesamento’ e virou ‘chaleira'”, conta o historiador inglês John Mills em entrevisa à CBN.

O primeiro grande craque brasileiro e “pai do futebol” faleceu em 30 de junho de 1953, aos 79 anos. Ele não teve tempo para comemorar o primeiro título mundial da seleção brasileira

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO