Uso de animais em testes cosméticos é proibido no Rio

<p>A nova lei foi comemorada por todos que lutam pela causa animal mas, principalmente, pela Comiss&atilde;o de Prote&ccedil;&atilde;o e Defesa dos Animais (OAB/RJ), que acompanhou de perto o andamento do projeto: Est&aacute; proibido o uso de animais em testes no Rio para desenvolver produtos de higiene pessoal, cosm&eacute;ticos e perfumes. <br /><br />Na &uacute;ltima ter&ccedil;a-feira (12), a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) derrubou com 40 votos favor&aacute;veis e nenhum contr&aacute;rio o veto do governador do estado Luiz Fernando Pez&atilde;o ao projeto de lei 2.714/14, dos deputados Paulo Ramos (PSol), Gilberto Palmares (PT) e do deputado licenciado Thiago Pampolha, que pro&iacute;be os testes com animais.</p>
<p class="imagem-cover">&ldquo;A Europa, os EUA e outros pa&iacute;ses j&aacute; entenderam que esta crueldade n&atilde;o elimina o risco de problemas para os humanos quando utilizam os produtos testados em animais, o que faz destes testes uma inutilidade e dos laborat&oacute;rios, verdadeiras usinas de sofrimentos&rdquo;, disse o advogado e presidente da CPDA/OAB, Reynaldo Velloso.</p>

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO