Transplantes: estado do RJ bate recorde nos primeiros meses de 2018

<p style="font-weight: 400;">Programa Estadual de&nbsp;Transplantes (PET), criado pela Secretaria de Estado de Sa&uacute;de, bateu recorde neste in&iacute;cio de 2018. Al&eacute;m de conquistar o maior n&uacute;mero de transplantes de &oacute;rg&atilde;os e c&oacute;rneas de toda a historia, o programa alcan&ccedil;ou em fevereiro o dobro de&nbsp;transplantes&nbsp;de cora&ccedil;&atilde;o em compara&ccedil;&atilde;o ao mesmo m&ecirc;s do ano passado.</p>
<p>Com 129 transplantes de &oacute;rg&atilde;os e c&oacute;rneas, o n&uacute;mero &eacute; 84% maior que o de procedimentos do mesmo tipo feitos em janeiro do ano passado, quando aconteceram 70&nbsp;transplantes.&nbsp;</p>
<p>Em fevereiro, as cirurgias de&nbsp;transplante&nbsp;de cora&ccedil;&atilde;o puderam salvar o dobro de vidas em compara&ccedil;&atilde;o ao in&iacute;cio de 2017. Este ano, foram quatro&nbsp;transplantes&nbsp;realizados apenas no m&ecirc;s da folia, marca in&eacute;dita para apenas um m&ecirc;s.&nbsp;</p>
<p>Um dos principais desafios ainda &eacute; diminuir o &iacute;ndice de negativa familiar, que no Rio de Janeiro &eacute; de cerca de 30%. Apenas no ano passado, mais de 230 &oacute;rg&atilde;os deixaram de ser doados.</p>

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO