Ônibus do Rio poderão ser rastreados e monitorados

<p>Um projeto de lei que determina que as linhas intermunicipais dever&atilde;o ter equipamentos para que sejam rastreados via sat&eacute;lite e possam ser monitorados remotamente ser&aacute; votado pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) nesta quinta-feira (21). <br /><br />De acordo com o projeto, o equipamento ter&aacute; um "dispositivo de p&acirc;nico" que o motorista possa acionar em caso de emerg&ecirc;ncia. Assim,&nbsp; o sistema deve permitir a comunica&ccedil;&atilde;o entre o ve&iacute;culo e a empresa respons&aacute;vel, e ser&aacute; integrado a uma central de monitoramento em contato direto com os &oacute;rg&atilde;os de seguran&ccedil;a. A inspira&ccedil;&atilde;o veio do per&iacute;odo em que a cidade enfrentou arrast&otilde;es nos coletivos, com assaltos e inc&ecirc;ndios intencionais dos &ocirc;nibus.<br /><br />O projeto criado pelo deputado Milton Rangel (DEM), ser&aacute; votado em segunda discuss&atilde;o e caso seja aprovado, ser&atilde;o necess&aacute;rios 360 dias ap&oacute;s sua publica&ccedil;&atilde;o para a lei entrar em vigor.</p>

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO