Medina vai pra repescagem e John John avança no Havaí

<p>A etapa no Hava&iacute;, que decidir&aacute; o campe&atilde;o mundial de surfe de 2017, n&atilde;o come&ccedil;ou bem para o brasileiro Gabriel Medina, que busca o bicampeonato. Ele ter&aacute; que disputar a repescagem na briga pelo t&iacute;tulo. Seu rival ser&aacute; o havaiano Dusty Payne.<br /><br />Na &uacute;ltima segunda-feira (11), o brasileiro ficou em &uacute;ltimo na quinta bateria.O vencedor foi seu compatriota Miguel Pupo, que recebeu a maior nota de Pipeline, 9,93 de m&eacute;dia, faturando a sua bateria e avan&ccedil;ando para a terceira rodada.<br /><br />Competindo em casa, John John Florence, l&iacute;der do Circuito Mundial, entrou na &aacute;gua logo depois e venceu com tranquilidade o brasileiro Wiggolly Dantas e o tamb&eacute;m havaiano Dusty Payne.<br /><br />Uma recupera&ccedil;&atilde;o impressionante fez com que Medina chegasse &agrave; &uacute;ltima etapa do Mundial de Surfe&nbsp; com chances de ser campe&atilde;o, por&eacute;m, ele j&aacute; n&atilde;o depende apenas de si mesmo e conta com uma combina&ccedil;&atilde;o de resultados para conquistar o t&iacute;tulo de 2017. <br /><br />O campeonato foi paralisado depois da nona bateria. Haver&aacute; uma nova chamada nesta ter&ccedil;a-feira, &agrave;s 15h30.<br /><br /><br /></p>

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO