Governo federal faz intervenção na segurança do Rio

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

<p>O presidente Michel Temer decidiu no in&iacute;cio da madrugada desta sexta-feira (16) decretar interven&ccedil;&atilde;o na seguran&ccedil;a p&uacute;blica do Rio de Janeiro. O Ex&eacute;rcito passa a ter responsabilidade sobre as pol&iacute;cias, os bombeiros e a &aacute;rea de intelig&ecirc;ncia do Estado, inclusive com poder de pris&atilde;o de seus membros. <br /><br />O interventor ser&aacute; o general Walter Braga Neto. Na pr&aacute;tica, o oficial vai substituir o governador do Rio, Luiz Fernando Pez&atilde;o (MDB), na &aacute;rea de seguran&ccedil;a. A decis&atilde;o do governo federal contou com o aval de Pez&atilde;o.<br /><br />Enquanto a interven&ccedil;&atilde;o vigorar, n&atilde;o pode haver altera&ccedil;&atilde;o na Constitui&ccedil;&atilde;o. Ou seja, nenhuma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) pode ser aprovada. &Eacute; o caso da reforma da Previd&ecirc;ncia, que come&ccedil;a a ser discutida na pr&oacute;xima segunda-feira (19) pela C&acirc;mara dos Deputados.<br /><br /><strong>Minist&eacute;rio da Seguran&ccedil;a P&uacute;blica</strong><br />No mesmo encontro, Temer bateu o martelo sobre a decis&atilde;o de criar o Minist&eacute;rio da Seguran&ccedil;a P&uacute;blica. A proposta partiu do presidente do Senado. N&atilde;o se trata de uma ideia nova, mas foi desengavetada agora pelo Pal&aacute;cio do Planalto, na tentativa de emplacar uma agenda popular, a sete meses e meio das elei&ccedil;&otilde;es.</p>

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO