Físico britânico Stephen Hawking morre aos 76 anos

<p class="story-body__introduction">O f&iacute;sico brit&acirc;nico Stephen Hawking morreu na manh&atilde; desta quarta-feira (14), aos 76 anos, em sua casa em Cambridge, na Inglaterra.&nbsp;Hawking sofria desde jovem com a esclerose lateral amiotr&oacute;fica.<br /><br />Um dos cientistas mais conhecidos do mundo e tamb&eacute;m um dos divulgadores da ci&ecirc;ncia das &uacute;ltimas d&eacute;cadas,&nbsp;Hawking era considerado um dos cientistas mais influentes do mundo desde Albert Einstein, n&atilde;o s&oacute; por suas importantes contribui&ccedil;&otilde;es para o progresso e populariza&ccedil;&atilde;o da ci&ecirc;ncia, como tamb&eacute;m por sua constante preocupa&ccedil;&atilde;o em aproximar a ci&ecirc;ncia do p&uacute;blico.<br /><br />O cientista sofria de uma doen&ccedil;a degenerativa neuromotora, mas&nbsp;desafiou todos os progn&oacute;sticos e a doen&ccedil;a avan&ccedil;ou mais lentamente do que o previsto. Por&eacute;m, posteriormente o deixou em uma cadeira de rodas e sem falar. Mesmo com suas limita&ccedil;&otilde;es, nada o&nbsp;impediu que seguisse trabalhando em suas teorias, divulgadas em livros e eventos. Hawking usava um sintetizador eletr&ocirc;nico, mas suas ideias e teorias transmitidas em voz rob&oacute;tica sempre foram respeitadas e admiradas no mundo todo.<br /><br />Nascido em 8 de janeiro de 1942, em Oxford, no Reino Unido, era filho de um bi&oacute;logo que decidiu tirar sua fam&iacute;lia de Londres para deix&aacute;-los a salvo dos bombardeios alem&atilde;es durante a Segunda Guerra Mundial, Hawking cresceu na cidade de St. Albans.&nbsp;Como estudante prod&iacute;gio, formou-se com honras em F&iacute;sica em Oxford, e mais tarde se p&oacute;s-graduou em Astronomia pela Universidade de Cambridge.<br /><br />Em 1988, ele escreveu "Breve Hist&oacute;ria do Tempo". A obra foi um sucesso absoluto no mundo todo e teve mais de 10 milh&otilde;es de c&oacute;pias vendidas.<br /><br />Stephen Hawking deixa tr&ecirc;s filhos,&nbsp;Lucy, Robert e Tim, que divulgaram uma nota:&nbsp;"Estamos profundamente tristes pela morte do nosso pai hoje.&nbsp;Era um grande cientista e um homem extraordin&aacute;rio cujo trabalho e legado sobreviver&atilde;o por muitos anos. Sua coragem e persist&ecirc;ncia, com seu brilho e humor, inspiraram pessoas no mundo inteiro. Certa vez disse: &lsquo;O universo n&atilde;o seria grande coisa se n&atilde;o fosse lar das pessoas que voc&ecirc; ama&rsquo;. Sentiremos sua falta para sempre".<br /><br /><strong><span style="text-decoration: underline;">Teorias consagradas</span><br /></strong>Uma de suas teorias mais ousadas foi considerar que a "Teoria Geral da Relatividade" formulada por Einstein implicava que o espa&ccedil;o e o tempo tivessem um princ&iacute;pio no Big Bang e um fim nos buracos negros.</p>
<p>Em 1976, mergulhado na f&iacute;sica qu&acirc;ntica, Hawking concluiu em sua "Teoria da Radia&ccedil;&atilde;o" que os buracos negros (regi&otilde;es no espa&ccedil;o com tamanha for&ccedil;a de gravidade que nem a luz pode escapar delas) eram capazes de transmitir energia e perder mat&eacute;ria.&nbsp;Em 2004, ele revisou a sua pr&oacute;pria afirma&ccedil;&atilde;o e chegou &agrave; conclus&atilde;o de que os buracos negros n&atilde;o absorvem tudo.</p>
<p class="story-body__introduction">Hawking tamb&eacute;m desempenhou um papel importante na divulga&ccedil;&atilde;o da Astronomia ao adotar termos mais f&aacute;ceis para o p&uacute;blico geral comprender.<br /><br /><br /></p>
<p>&nbsp;</p>
<p>&nbsp;</p>

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO