Fiocruz vai blindar prédios por causa da violência

<p>A Fiocruz pretende desembolsar cerca de R$ 3,4 milh&otilde;es para blindar o o Laborat&oacute;rio de Pesquisas Cl&iacute;nicas e a&nbsp;Escola Polit&eacute;cnica de Sa&uacute;de Joaquim Ven&acirc;ncio&nbsp;(EPSJV) e &nbsp;do Instituto Nacional de Infectologia. Ambos ficam na sede do instituto, em Manguinhos, local bastante atingido pela viol&ecirc;ncia no Rio de Janeiro.</p>
<p>Na justificativa do edital, a Fiocruz ressalta que resolveu agir depois que a escola e o laborat&oacute;rio &ldquo;foram atingidos por disparos de arma de grosso calibre&rdquo;.<br /><br />A Funda&ccedil;&atilde;o j&aacute; foi atingida v&aacute;rias vezes por balas perdidas de confrontos entre bandidos de quadrilhas rivais que dominam o tr&aacute;fico de drogas nas favelas pr&oacute;ximas. Funcion&aacute;rios afirmam que&nbsp;proj&eacute;teis de diversos calibres j&aacute; foram recolhidos no campus.<br /><br />A compra do servi&ccedil;o ser&aacute; feita por meio do Regime Diferenciado de Contrata&ccedil;&atilde;o (RDC), em processo eletr&ocirc;nico. O vencedor ser&aacute; conhecido no dia 28 deste m&ecirc;s.</p>
<p>&nbsp;</p>

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO