Febre Amarela: Ilha Grande registra terceira morte em seis dias

<p>A febre amarela foi confirmada como a causa das mortes de dois turistas chilenos que visitaram a Ilha Grande, em Angra dos Reis. Um terceiro conterr&acirc;neo tamb&eacute;m foi contaminado na regi&atilde;o e segue em tratamento. Outra v&iacute;tima foi uma moradora da ilha, Stephanie Queiroz, de 17 anos, que faleceu no Hospital dos Servidores na &uacute;ltima segunda-feira (19). O local j&aacute; registrou tr&ecirc;s mortes em apenas seis dias.</p>
<p>Segundo a Secretaria Estadual de Sa&uacute;de, Angra &eacute; a cidade que concentra a maior quantidade (12 casos confirmados com 9 &oacute;bitos). Um novo balan&ccedil;o indica que subiu para 37 o n&uacute;mero de mortes pela doen&ccedil;a no Rio somente neste ano.<br /><br /><strong>Cruzeiros cancelam paradas</strong><br />O surto da doen&ccedil;a e o n&uacute;mero de mortes na Ilha Grande assusta os turistas e j&aacute; provoca o cancelamento de cruzeiros que fariam paradas no local. A MCS, empresa de transatl&acirc;nticos no pa&iacute;s, suspendeu as passagens de seus cruzeiros por Angra dos Reis e as excurs&otilde;es pela Ilha Grande, que ofereciam trilhas por matas e cachoeiras.</p>
<div style="overflow: hidden; color: #000000; background-color: #ffffff; text-align: left; text-decoration: none;">&nbsp;</div>
<p><br /><br /><br /><br /></p>

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO