Espetáculo investiga a trajetória de crimes notórios

<p>O que leva uma pessoa a chegar ao ponto de praticar um crime? Como era a vida de um indiv&iacute;duo antes de tornar-se um criminoso? Esta e outras quest&otilde;es sobre a natureza humana, tendo a viol&ecirc;ncia como fio condutor fazem parte de uma nova montagem teatral em cartaz na Cidade das Artes &ndash; Iter kriminis.</p>
<p>Durante a pe&ccedil;a, os atores ficam dispostos pelo cen&aacute;rio como obras em um museu. A escolha da Cidade das Artes para encenar n&atilde;o foi casual, uma vez que era necess&aacute;rio fugir do modelo tradicional de palco.</p>
<p>Com texto de Geovana Metzger, &ldquo;Iter kriminis&rdquo;, fica em cartaz at&eacute; 25 de mar&ccedil;o, na Sala Vip, sempre com apresenta&ccedil;&otilde;es aos s&aacute;bados e domingos. A classifica&ccedil;&atilde;o et&aacute;ria &eacute; de 16 anos, e o ingresso custa R$ 50.</p>

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO