Custo da cesta básica sobe em 20 capitais, diz pesquisa

<p>O custo da cesta b&aacute;sica – composta por alimentos essenciais – aumentou em 20 capitais brasileiras em janeiro, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estat&iacute;stica e Estudos Socioecon&ocirc;micos (Dieese).</p>
<p>Foram registradas altas mais expressivas em Jo&atilde;o Pessoa (11,91%), Bras&iacute;lia (9,67%), Natal (8,85%), Vit&oacute;ria (8,45%) e Recife (7,32%). Goi&acirc;nia (0,42%) e Manaus (2,59%) anotaram as menores taxas.</p>
<p>A cesta mais cara foi a de Porto Alegre (R$ 446,69), seguida do Rio de Janeiro (R$ 443,81) e S&atilde;o Paulo (R$ 439,20). Os menores valores m&eacute;dios foram encontrados em Salvador (R$ 333,98) e Aracaju (R$ 349,97).</p>
<p><strong>Sal&aacute;rio m&iacute;nimo</strong></p>
<p>Com base na cesta mais cara, a de Porto Alegre, o sal&aacute;rio m&iacute;nimo ideal para uma fam&iacute;lia de quatro pessoas deveria ser R$ 3.752,65, equivalente a 3,93 vezes o m&iacute;nimo atual de R$ 954, segundo os pesquisadores. H&aacute; um ano, a estimativa era de R$ 3.585,05.</p>

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO