No Acre, criança que nasceu com dois sexos terá nome alterado na certidão

<p style="font-variant: normal; text-decoration: none;"><span style="color: #1d2129;"><span style="background: transparent;">A Justi&ccedil;a determinou que o nome da crian&ccedil;a de 3 anos que nasceu com os dois sexos, no Acre, deve ser alterado na certid&atilde;o de nascimento. At&eacute; os dois anos de idade a crian&ccedil;a foi chamada pelo nome feminino. A m&atilde;e descobriu ambiguidade genital apenas depois de registr&aacute;-lo.</span></span></p>
<p style="font-variant: normal; text-decoration: none;"><span style="color: #1d2129;"><span style="background: transparent;">O pedido de altera&ccedil;&atilde;o foi feito pela Ordem dos Advogados do Brasil no Acre (OAB-AC) que considera uma conquista para o pa&iacute;s, j&aacute; que &eacute; a primeira vez que uma crian&ccedil;a consegue na Justi&ccedil;a a mudan&ccedil;a de nome e sexo na certid&atilde;o.</span></span></p>

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO