Bolsonaro anuncia Nelson Teich como novo ministro da Saúde

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Spread the love

Timeline do discurso

(00:03) Presidente fala sobre sua última reunião com o Ministro Mandetta

(06:00) Situação dos trabalhadores brasileiros

(10:40) Responsabilidade dos Governos (Municipal, Estadual e Federal)

(14:30) Anúncio do novo Ministro da Saúde Nelson Teich

(15:33) Discurso do novo Ministro da Saúde Nelson Teich

O presidente da República, #JairBolsonaro, realizou um pronunciamento na tarde desta quinta-feira (16) após a demissão de Luiz Henrique Mandetta (Saúde). Em seguida, apresentou o novo ministro, Nelson Teich.

O presidente afirmou que a exoneração de Mandetta foi um “divórcio consensual” e que “não condena, nem recrimina e nem critica” a atuação do ex-ministro.

“Ele fez aquilo, que como médico, achava que devia fazer. Ao longo desse tempo, a separação cada vez se tornava uma realidade, mas não podemos tomar decisões de forma que o trabalho feito até o momento fosse perdido”, reconhece.

Bolsonaro também comentou sobre a necessidade de voltar ao emprego.

“O governo não abandonou os mais necessitados. E foi o que eu conversei com o doutor Nelson (Teich), que gradativamente nós temos que abrir os empregos no Brasil”, disse.

“O governo não tem como manter esse auxílio emergencial ou outras ações por muito tempo, uma vez que já se gastou aproximadamente R$ 600 bilhões”, avaliou.

O presidente fez um apelo para os outros Poderes, Judiciário e Legislativo.

“A responsabilidade não é só minha. Jamais mandaria prender quem estivesse nas ruas. Jamais vou tirar direito constitucional de ir e vir. Temos que tomar medidas, sim, para evitar proliferação, mas com medidas que não atinjam as liberdades individuais e jamais cercearemos os direitos fundamentais. Quem tem o direito de decretar estado de sítio após o parlamento é o presidente da República, e não prefeito ou governador.”

Share.

About Author

DEIXE SEU COMENTÁRIO